Províncias

Camponeses prevêem boas colheitas

Agricultores do município da Matala, província da Huíla, prevêem colher, a partir do próximo mês, 59 mil toneladas de cereais, resultantes da segunda época da campanha agrícola 2014/2015, numa área cultivada de 30 mil hectares.

Primeira época da campanha agícola sem resultados devido às chuvas irregulares
Fotografia: Xavier Candumba

O director municipal da Agricultura, Pedro Conde, disse domingo estar prevista a colheita de 27 mil toneladas de milho, oito mil de massango e cerca de 4.500 toneladas de massambala.
Pedro Conde referiu que a primeira época da campanha de cereais não teve resultados satisfatórios, devido às chuvas irregulares em algumas localidades. Mas assegurou que se esperam boas colheitas no segundo período de hortícolas, por existir água suficiente no canal de irrigação.
Sem avançar as quantidades, o director municipal da Agricultura referiu que foram distribuídas algumas sementes de hortaliça, sobretudo de tomate, couve e cebola.
Neste momento, a Direcção Municipal da Agricultura da Matala controla 72 associações de camponeses e 12 cooperativas. Pelo menos 200 famílias, organizadas em associações de camponeses e que exploram terras no Perímetro Irrigado da Matala, na comuna de Capelongo, estão a apostar na produção de hortícolas, no âmbito de um projecto enquadrado no Programa de Combate à Pobreza.
O projecto está inserido na segunda fase da campanha agrícola 2014/2015, iniciada em Março, que visa o relançamento da horticultura ao nível daquele perímetro.
Pedro Conde informou que os camponeses receberam da Administração Municipal da Matala apoios na preparação de 100 hectares de terra e em sementes de couve, repolho, pimenta, cenoura, cebolas, feijão e milho. 
Os camponeses beneficiam ainda da assistência dos técnicos da Estação de Desenvolvimento Agrário (EDA), que visitam com frequência os campos agrícolas, para acompanharem o progresso da actividade, bem como a aplicação das técnicas modernas de cultivo.
Sem avançar números, afirmou que os camponeses envolvidos no projecto esperam atingir safras consideráveis de hortícolas.

Tempo

Multimédia