Províncias

Camponeses são registados para ter apoios

A Estação de Desenvolvimento Agrário (EDA) de Cangandala registou, entre Julho e Agosto, 5.434 famílias camponesas, na sede municipal e na comuna do Bembo, com o objectivo de virem a receber apoios.

A Estação de Desenvolvimento Agrário (EDA) de Cangandala registou, entre Julho e Agosto, 5.434 famílias camponesas, na sede municipal e na comuna do Bembo, com o objectivo de virem a receber apoios.
O director da EDA, Miguel Onésio, referiu ontem à Angop que a iniciativa visa constituir um banco de dados sobre o número de pessoas que depende da actividade agrária no país.
O responsável informou que a campanha está a decorrer satisfatoriamente, a julgar pelo número de camponeses registados.
No município de Cangandala, a Estação de Desenvolvimento Agrário tem na sua dependência 26  cooperativas e cinco associações camponesas.
Além da Estação de Desenvolvimento Agrário, vários Organizações Não Governamentais têm apoiado os camponeses em todas as províncias do país.
“Há sempre apoio para os camponeses”, garantiu Miguel Onésio.

Tempo

Multimédia