Províncias

Casos da doença tendem a baixar

José Rufino | Luena

O Hospital Sanatório do Moxico diagnosticou, de Janeiro a Junho do ano em curso, 90 novos casos de tuberculose em 2.296 consultas realizadas, contra 113 no mesmo período do ano passado, em que foram efectuadas 2.402 consultas, informou ontem a directora da unidade hospitalar.

Clementina Vumbi disse que no período em análise foram registados 14 óbitos, 18 altas com tratamento ambulatório, quatro recaídas e 12 desistências.
A falta de boa alimentação, o uso excessivo do álcool, bem como a pouca informação sobre as formas de contágio da doença têm contribuído  para o aumento de casos de tuberculose na província do Moxico.
Entre os pacientes que ocorreram às consultas externas constam adultos e crianças de várias idades, que ainda continuam a receber tratamento para o combate à patologia, que tem causado mortes de muitos pacientes, principalmente em adultos, segundo a directora da unidade sanitária.
Clementina Vumbi garantiu que por enquanto existem medicamentos para atender os pacientes que ocorrerem àquele estabelecimento hospitalar e apelou à população no sentido de consultar um especialista antes de tomar qualquer decisão.
“As autoridades sanitárias do Moxico vão continuar a realizar palestras de sensibilização juntos das comunidades sobre os cuidados a ter para se evitar a resistência da doença e o surgimento de novos casos a nível da província", disse Clementina Vumbi.

Tempo

Multimédia