Províncias

Caxito volta a ter água potável

As direcções do Governo Provincial, da EPAL e representantes dos trabalhadores da EPAS Bengo acordaram, ontem, restabelecer hoje o abastecimento, sem restrições, de água potável à cidade de Caxito e arredores.

Caxito volta a ter água
Fotografia: DR

Trabalhadores da Empresa Pública de Águas e Saneamento do Bengo (EPAS Bengo) paralisaram, a 29 de Junho, pela terceira vez, os trabalhos, por tempo indeterminado, devido ao não pagamento de sete meses de salário, assim como por falta de equipamentos de protecção individual e a assinatura de contratos.

Num comunicado produzido no final do encontro, foi aceite a assinatura de contratos de trabalho e o pagamento, hoje, de um mês de salário. Ficou, também, acordado se no prazo de dez dias os ministérios das Finanças e da Energia e Águas não regularizarem a situação dos atrasados, haverá nova paralisação.

Finalmente, a EPAS Bengo, através do seu PCA, Carlos Gomes, apresentou desculpas às populações e a todas as entidades que ficaram privadas de água durante este período.

Tempo

Multimédia