Províncias

Centenas de hectares lavrados no Huambo

Justino Victorino | Huambo

Mais de 500 hectares estão a ser lavrados pela Empresa de Mecanização Agrícola (Mecanagro), para a presente campanha agrícola nos municípios da Caála, Londuimbali e Huambo, revelou ontem o director da instituição na região.

Agricultores esperam colher milhares de toneladas de produtos agrícolas
Fotografia: Sérgio Dias

Angelino Nacole disse que a empresa está a lavrar em diversas áreas dos três municípios, como no sector de Nagandavila, comuna da Calima e Londuimbali.
O responsável da Mecanagro disse que a empresa dispõe de dezenas de tractores que, neste momento, trabalham de forma acelerada na preparação da terra para o cultivo em alguns municípios da província.
Na campanha agrícola anterior, segundo Angelino Nacole, a Mecanagro lavrou 1.669 hectares em toda a província, que resultaram na colheita de 230.436 toneladas de milho, feijão, soja, batata rena e doce, além de quantidades não especificadas de hortícolas.
O director provincial da Agricultura, Emitério Tiago, revelou que na presente campanha agrícola estão envolvidas cerca de 362.533 famílias e 384 pequenas empresas agrícolas, que contam com o apoio do Governo Provincial.
As famílias receberam meios de trabalho, como gado para tracção animal, charruas, enxadas, catanas e limas, fertilizantes e sementes.
Apesar de reconhecer algumas dificuldades, o responsável provincial disse existir na província do Huambo um aumento significativo de produção de bens alimentares. “A nível da região temos uma agricultura forte, mas, muitas vezes, deparamo-nos com a falta de meios de transportes para escoar os produtos do campo para os principais mercados da provincial ou mesmo do país”, salientou. A situação, disse Emitério Tiago, tem sido reiteradamente abordada pelas famílias e associações camponesas, mas nem sempre encontram respostas à altura.
Com o surgimento do programa PAPAGRO, já implantado na comuna de Calenga, município da Caála, as perdas de produtos por parte de camponeses têm diminuído significativamente.
Tanto as famílias como as associações de camponeses receberam assistência técnica para as próximas campanhas.
A direcção provincial  da Agricultura do Huambo verificou algumas deficiências e desorganização nas estruturas associativas.

Tempo

Multimédia