Províncias

Centenas de jovens aprendem ofícios

Holávio Fernandes|Malange

O Instituto Nacional de Formação Profissional (INAFOP) tem matriculado, no presente ano, 288 jovens que frequentam cursos nas especialidades de carpintaria, electricidade, mecânica informática, alvenaria, corte costura e serralharia, disse, ao Jornal de Angola, uma fonte da instituição.

Com a formação técnico-profissional muitos jovens estão a entrar para o mercado de emprego ajudando na reconstrução
Fotografia: Fula Martins

O Instituto Nacional de Formação Profissional (INAFOP) tem matriculado, no presente ano, 288 jovens que frequentam cursos nas especialidades de carpintaria, electricidade, mecânica informática, alvenaria, corte costura e serralharia, disse, ao Jornal de Angola, uma fonte da instituição.
Ambriz Lima, um dos responsáveis pela formação no Centro da Maxinde, afirmou que os formandos estão distribuídos por diferentes centros da província, como os de Kiwaba-Nzogi, com 176 alunos matriculados, de Cangandala, 108, e Calandula, 99.
Em breve, referiu, entra em funcionamento o curso de contabilidade e gestão empresarial.
A formação em diferentes cursos, acrescentou, vai permitir a integração, a curto prazo, destes jovens no mercado de trabalho.
Os cursos ministrados nos centros têm a duração entre três a seis meses.

Tempo

Multimédia