Províncias

Centenas de jovens aprendem técnicas

Weza Pascoal | Menongue

Um total de 127 jovens formados nos cursos de Informática, Secretariado e Contabilidade e Gestão, no Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), na província do Cuando Cubango, foi na quarta-feira lançado para o mercado de trabalho.

Cursos garantem ao jovens concorrerem para o emprego
Fotografia: Daniel Benjamim | Edições Novembro

Segundo o director do Centro Integrado de Formação Profissional de Menongue, Carlos Tchitunga, 127 jovens foram matriculados nos cursos de curta duração, que decorreram de Março a Agosto deste ano, 88 dos quais foram formados na especialidade de Informática, 24 em Contabilidade e Gestão e 15 em Secretariado.
Carlos Tchitunga realçou que, nos próximos dias, o centro do INEFOP de Menongue vai ganhar mais quatro salas de aula para os cursos de Frio, Culinária e Empreendedorismo, com vista a corresponder à procura por parte dos jovens.
O Centro Integrado de Formação Profissional de Menongue conta com seis salas de aula e mais de 20 formadores que têm assegurado e garantido o processo de formação.
Em termos de oferta, o responsável da INEFOP reconheceu não satisfazer a procura, pelo facto de o centro até ao momento não possuir outras especialidades. Sublinhou que, para o presente ciclo formativo, que decorre até ao mês de Novembro, estão matriculados 483 jovens nos cursos de Informática, Canalização, Electricidade, Contabilidade e Gestão, Inglês, Serralharia e Alvenaria.
Carlos Tchitunga afirmou que a formação profissional surge para facilitar a vida dos cidadãos, sobretudo dos jovens, no acesso ao emprego e poder  contribuir para a criação de serviço para o seu auto-sustento. 
Desde a constituição do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) no Cuando Cubango, em 2005, já foram formados 3.260 jovens em várias especialidades.

Tempo

Multimédia