Províncias

Centro de empresa petrolífera já formou milhares de jovens

André Guto |Cabinda

O centro de aprendizagem e desenvolvimento da Cabinda Gulf Oil Campany (Cabgoc), em Cabinda, já formou, desde que foi criado, em 1984, mais de 30 mil estudantes em várias especialidades ligadas à industria petrolífera, revelou, no fim-de-semana, o director geral das operações da empresa.

O centro de aprendizagem e desenvolvimento da Cabinda Gulf Oil Campany (Cabgoc), em Cabinda, já formou, desde que foi criado, em 1984, mais de 30 mil estudantes em várias especialidades ligadas à industria petrolífera, revelou, no fim-de-semana, o director geral das operações da empresa.
Allan Vance, que falava numa cerimónia alusiva ao 25º aniversário do Centro de Formação e Desenvolvimento da Cabgoc, realizado nas instalações petrolíferas de Malongo, disse que muitos desses estudantes trabalham em diversas áreas de exploração petrolífera, quer naquele campo, quer na Sonangol e outros estagiam no estrangeiro.
 “Estou muito orgulhoso pelos quadros qualificados, que o centro de formação tem fornecido a companhia ”, frisou.
Entre as áreas em que os quadros formados no centro se têm revelado capazes, declarou, salienta-se as da perfuração.
O vice-governador de Cabinda para Área Técnica enalteceu os esforços de todos quantos têm contribuído para a materialização dos projectos do Centro de Formação e Desenvolvimento da Cabgoc.
Não pode haver desenvolvimento no país, sublinhou, se a ciência e a técnica não coabitarem com o homem.
A Cabinda Gulf Oil Company sendo parceiro privilegiado do Governo nas acções sociais, particularmente no domínio de formação de quadros e gestão de recursos humanos deve, necessariamente, estabelecer uma interligação entre as partes para que os benefícios resultantes das acções de formação sejam recíprocos e mutuamente vantajosos, disse.

Tempo

Multimédia