Províncias

Centro médico suspende trabalho nocturno

O centro médico do bairro Casseque Marítimo, zona B, na cidade de Benguela, deixou, este ano, de atender doentes no período nocturno, devido ao insuficiente número de técnicos de saúde, informou na segunda-feira, à Angop, o chefe interino da instituição, Salomão Calembela. O centro, acrescentou, funciona das 7h00 às 18h00 com dez técnicos, número insuficiente para atender todos os casos.

Tempo

Multimédia