Províncias

Centros infantis recebem donativo

Tatiana Marta| Huambo

Cinco centros de acolhimento de crianças desamparadas da província do Huambo beneficiaram de bens alimentares,  distribuídos pelo Governo Provincial,  em face das carências com que os mesmos  se debatem.

Os centros Padre Abel, com 32 crianças acolhidas, El- Betel com 25, Okutiuica com 52, Lar dos Pequeninos com 69 e a Aldeia SOS com 121 receberam produtos como arroz, feijão, óleo alimentar, sal, açúcar, fuba de milho, leite, bolachas, sumos, massa alimentar, sabão, material didáctico e instrumentos de cultivo.
No acto de entrega dos produtos alimentares, a vice-governadora para o Sector Político, Económico e Social, Maricel Capama, disse que “o gesto do Governo” enquadra-se no Plano Nacional de Desenvolvimento e Combate à Pobreza.
A governante  apelou aos empresários a abraçar a causa solidária, apoiando às crianças, que tanto precisam destes bens para o seu crescimento integral. “Toda sociedade deve se envolver, cumprindo com o seu papel. À famí-lia cabe a responsabilidade principal de cuidar dos fi-lhos e dar-lhes protecção, enquanto ao Estado cabe a realização dos seus deveres”, sublinhou.
De acordo com a vice-governadora  “ainda existem pessoas que continuam a desacreditar os esforços que o Governo está a fazer para melhorar a qualidade de vida da população”.
Por seu lado, o responsável do Lar de acolhimento SOS, Pinto Vungi, louvou o apoio prestado pelo Governo,  sustentado que, “vai colmatar as dificuldades alimentares de muitos petizes”.
A madre e responsável do Lar dos Pequeninos, das Irmãs Santíssimo Salvador, afecta à Igreja Católica, disse que os bens recebidos vão minimizar a carência que se vive no centro, ao mesmo tempo que melhorará a dieta dos meninos. Avelina Calengue sublinhou que o apoio do Governo do Huambo “surgiu no melhor momento”.

Tempo

Multimédia