Províncias

Chuva desaloja famílias

Arão Martins | Lubango

Chuvas acompanhadas por fortes ventos caíram sobre o município dos Gambos, Huíla, nos últimos dias deixando mais de 40 famílias desalojadas, informou a administradora municipal-adjunta da circunscrição. 

Administração Municipal dos Gambos e os Serviços de Protecção Civil apoiam as famílias
Fotografia: DR

Maria Firmino disse que foram afectadas 20 famílias na sede comunal do Chiange e 40 na Chibemba. Além das casas, acrescentou, as chuvas destruíram estabelecimentos comerciais, religiosos e escolas.
Maria Firmino explicou que a administração municipal dos Gambos, em colaboração com o Governo Provincial da Huíla e os Serviços de Protecção Civil já traçou o programa de apoio às famílias, com chapas e alimentação, caso seja necessário. “A nível da administração municipal temos chapas e alimentação para apoiar as famílias afectadas caso seja necessário”, garantiu a administradora, acrescentando que por ser um fenómeno natural, o que se tem estado a fazer é aconselhar as pessoas a construírem em áreas seguras para prevenir e evitar situações que se vive nesta época chuvosa.
As chuvas que estão a cair sobre a região dos Gambos, apesar de terem causado danos em algumas casas, proporcionam a recuperação da produção agrícola, disse o camponês António Elias. “Fomos afectados pela seca ao longo do ano passado e agora as chuvas vêm-nos ajudar.” Muitas famílias receberam sementes de milho, massango, feijão e massambala na abertura da campanha agrícola 2013-2014
  António Elias  informou estarem disponíveis em armazéns cerca de 200 toneladas de bens entregues pelo Governo Provincial da Huíla, pelo Executivo e por ONG, e que se destinam ao apoio às famílias afectadas pela seca no ano findo.

Tempo

Multimédia