Províncias

Comissão local de Protecção Civil tem meios para apoiar sinistrados

Carlos Paulino | Menongue

 A Comissão Provincial de Protecção Civil recebeu, segunda-feira, em Menongue, mais de 471 toneladas de bens diversos do Ministério da Assistência e Reinserção Social (MINARS) e 30 toneladas da Comissão Executiva Nacional de Protecção Civil para os sinistrados das chuvas.

Coluna de camiões chegou segunda-feira a Menongue com bens de consumo
Fotografia: Nicolau Vasco

 A Comissão Provincial de Protecção Civil recebeu, segunda-feira, em Menongue, mais de 471 toneladas de bens diversos do Ministério da Assistência e Reinserção Social (MINARS) e 30 toneladas da Comissão Executiva Nacional de Protecção Civil para os sinistrados das chuvas.
Os meios são constituídos por chapas de zinco, tendas, conservas, rações frias, cobertores, utensílios de cozinha, fuba de milho, arroz, roupas usadas e óleo alimentar.
O coordenador provincial da comissão, Eusébio de Brito Teixeira, afirmou que, com a recepção dos bens, a província está preparado para acudir sinistrados e accionar todos os mecanismos possíveis para que não haja embaraços durante os meses de Fevereiro e Março, época que se tem registado maior número de sinistros.
O governador salientou que a situação actual dos sinistrados na província do Kuando-Kubango é preocupante, pois as chuvas já criaram alguns constrangimentos à população, principalmente nos municípios de Menongue e do Cuchi.        
Hoje, anunciou, uma equipa da Comissão de Protecção Civil desloca-se aos municípios da orla fronteiriça, com realce para Kalai e Cuangar, localidades onde há elevado número de sinistros, para fazer o levantamento e verificar os danos causados pelas chuvas. 
Eusébio de Brito Teixeira afirmou que Menongue é o município mais crítico na província por ter muitos sinistrados em situação de vulnerabilidade, que precisam, urgentemente, de apoios.

Tempo

Multimédia