Províncias

Construída nova escola na aldeia de Cawila

Casimiro José | Porto Amboim e João Salvo | Saurimo

Uma escola do ensino primário foi inaugurada, ontem, na aldeia da Cawila, arredores da cidade de Porto Amboim,  pela vice-governadora para o Sector Político e Social, Maria de Lourdes Veiga.

A partir do próximo ano lectivo o acesso ao ensino na aldeia fica mais facilitado
Fotografia: Francisco Camilo

Baptizada com o nome do nacionalista José Sabino, natural de Porto Amboim, o estabelecimento escolar foi construído de raiz e  possui oito salas de aulas, equipamentos modernos, biblioteca, área administrativa, gabinete do director, secretariado e um refeitório.
A escola foi construída pelo Grupo Pinto Conto e foi financiada pela Total, Sonangol, Galp e Esso, associadas do bloco 32, e  recebe 1.080 alunos.
O director da escola, Vitorino José Bastos, disse que antes o sistema do ensino na aldeia da Cawila  contava com três salas de aulas de construção provisória. “Estamos satisfeitos com o surgimento de uma escola moderna, que resulta da parceria público-privada e vamos cuidar dela para o presente e o futuro”.
O director-geral  da Total, Jacques Azibert, referiu que a sua empresa, no quadro da responsabilidade social, vai continuar a financiar a construção de projectos sociais no município de Porto Amboim e noutras partes do país para ajudar o esforço do Executivo na melhoria das condições sociais das populações. “Temos contribuído  com a construção de infra-estruturas e sistemas de saneamento em Porto Amboim, por isso, vamos continuar a trabalhar juntos", acentuou.
A vice-governadora provincial Maria de Lourdes Veiga  considerou que a inauguração da escola traduz um momento ímpar para a satisfação dos interesses das populações e, sobretudo das crianças. A  escola  alberga  alunos do primeiro ciclo para permitir a conclusão do ensino médio.
Participaram na inauguração da escola de Cawila, membros do Governo Provincial, da Administração Municipal, autoridades tradicionais, pais e encarregados de educação, professores,  alunos e população.

Bons indicadores


O aumento de salas de aula, a construção e reabilitação de centos e postos de saúde, mais casas e melhoria dos serviços de abastecimento de energia eléctrica e água potável fazem parte dos grandes investimentos  na Província da Lunda Sul, nos últimos cinco anos, no quadro do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza. A informação foi avançada, ontem, na última reunião do Governo Provincial com as   Administrações Municipais para  avaliação da execução dos projectos e troca de experiências e  para estimular a competitividade.
Os participantes fizeram o balanço do plano das actividades desenvolvidas pelas administrações municipais referentes   a 2015 e perspectivaram as acções a ser  desenvolvidas em 2016. Receberam, igualmente, informações sobre a emissão das novas licenças de velocípedes de 50cc, o projecto de Medalha das Festas da Cidade de Saurimo, o projecto Natal das Crianças e apelaram à população para ter uma conduta responsável durante a passagem de ano.
Na sessão de encerramento, a governadora provincial da Lunda Sul, Cândida Narciso, sublinhou que apesar das dificuldades financeiras que o país atravessa foi possível concretizar alguns projectos.
No domínio da Saúde, Cândida Narciso informou que   foram reduzidas várias doenças como a cólera, raiva e a poliomielite, ampliadas as Estações de Desenvolvimento Agrário, reforçado o programa de alfabetização e de formação socio-profissional.
 A construção de 200 fogos nos municípios,   a criação dos Balcões Únicos de Empreendedor e  a implementação da merenda escolar foram destacados pela governadora provincial.

Tempo

Multimédia