Províncias

Cooperativa cria projecto "Fazenda escola"

Marcelo Manuel | Camabatela

“Fazenda escola” é o nome de um projecto virado para a formação técnica de produção animal a lançar em breve na comuna do Luinga, no município de Ambaca,  Cuanza Norte, informou ontem, o director executivo da Cooperativa Pecuária do Planalto de Camabatela (Cooplaca).

Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural distribuiu milhares de cabeças de gado aos associados em algumas províncias
Fotografia: Lourenço Bule

Augusto Justino disse que o projecto, uma iniciativa da Cooperativa Pecuária do Planalto de Camabatela, foi criado com o propósito de melhorar a assistência técnica das fazendas locais e da qualidade do gado, além da formação de jovens, tendo em conta o aumento da renda familiar e da diversificação da economia.
O director executivo da Cooperativa Pecuária do Planalto de Camabatela explicou que a “Fazenda escola” vai ministrar cursos na especialidade de ovicultura, suinicultura e meio ambiental, este último, referiu, deverá cuidar das frequentes queimadas das fazendas, maneio de gado e sanidade animal.
A “Fazenda escola” do Luínga vai  formar quadros na área de produção vegetal, com maior destaque para o maneio dos solos, equipamento agrícola, sanidade vegetal, colheita e armazenamento de produtos.
A Cooplaca reserva, para este ano, a formação básica dos técnicos das fazendas dos associados, com vista elevar o nível de conhecimento, como garante e salvaguarda da sobrevivência das fazendas, assim como a realização periódica de seminários aos seus gestores ou representantes em matérias de contabilidade, finanças e gestão empresarial.
Augusto Justino disse que no quadro do convénio com o Instituto de Desenvolvimento Agrário está previsto, para o terceiro trimestre deste ano, a lavoura de 1.500 hectares para os camponeses de Ambaca, promoção da troca de experiência com as cooperativas congéneres, garantias de financiamentos para a aquisição de equipamento para a instalação das brigadas de mecanização agrícola e viária em Malanje, e Uíge.
 Durante o presente ano, disse o responsável da Cooplaca, a direcção da cooperativa   adquiriu  quantidades de fármacos de índole veterinária no valor de 2.236.195,00 kwanzas, que foram comercializados no município de Camabatela e na província de Malanje.
 Em 2014, a Cooplaca recebeu do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural,  no âmbito do fomento pecuário, 321 cabeças de gado,   distribuído aos associados das províncias do Cuanza Norte, Uíge e Malanje.

Tempo

Multimédia