Províncias

Covid-19: Vários cidadãos condenados por crimes de desobediênci

Manuel Fontoura | Ndalatando

O Tribunal da Comarca de Cazengo condenou, quarta-feira, mais de 30 cidadãos a penas que vão de um a seis meses de prisão por crime de desobediência e injúria, no âmbito do Estado de Emergência.

Fotografia: DR

O secretário judicial da Comarca de Cazengo, Fulgêncio Vicente, explicou que são processos sumários em que as penas de prisão foram convertidas em multas, cujo montante não foi revelado, além de trabalhos comunitários. Fulgêncio Vicente disse que grande parte dos arguidos foi encontrado a circular na via pública e a realizarem actividades de diversão, como o conhecido jogo “não te irrites”.

 Na sequência da abordagem, a maioria dos réus insurgiu-se contra as forças de defesa e segurança, tendo sido detidos e apresentados ao Ministério Público. O secretário judicial da Comarca de Cazengo informou ainda que, de Março até a data, o tribunal registou 47 processos sumários com mais de 100 indivíduos enclausurados.

Tempo

Multimédia