Províncias

Cresce o número de pessoas adultas nas salas de aulas

Kamuanga Júlia | Saurimo

Um total de 162.527 pessoas aprenderam a ler e a escrever nos últimos nove anos na província da Lunda Sul, no âmbito do Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar (PAAE), implementado desde 2007, disse ontem o coordenador do programa.

Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

Em declaração à imprensa, Júlio Muanzanza disse que, do número apontado, mais de 58.360 alfabetizados são do sexo masculino.
“Os alfabetizadores são instruídos através dos módulos “Sim eu Posso “ e “Gostar de ler e escrever”, informou Júlio Muanzanza, que ressaltou que um dos objectivos do programa de alfabetização é reduzir o índice de analfabetos, afim de adquirirem competências e darem sequência aos estudos no sistema normal de ensino. As formações foram ministradas por semestres e contaram com 337 alfabetizadores e apoio de igrejas, organizações juvenis e partidos políticos.

Alfabetização  em Calandula


Um total de 2.010 cidadãos, maioritariamente mulheres, foram alfabetizados este ano, no município de Calandula, cerca de 85 quilómetros a nordeste da cidade de Malanje, pela direcção municipal de Educação, no âmbito do projecto de alfabetização e aceleração escolar.
O director municipal da Educação de Calandula, Pinto Zua, referiu que actualmente 1.500 pessoas frequentam o sistema de alfabetização e aceleração escolar na municipalidade.  O responsável fez saber que o projecto de alfabetização implementa dois métodos, designados “Sim eu Posso” e “Gostar de Ler e Escrever”, que visam desenvolver a capacidade de leitura, análise e síntese de diferentes géneros e subgéneros textuais dos aprendizados.

Tempo

Multimédia