Províncias

Crianças desamparadas voltaram ao seio familiar

Ao todo, 19 crianças que viviam sozinhas voltaram, este ano, até Maio, ao convívio familiar, disse, na terça-feira, à Angop, a directora provincial do Ministério da Assistência e Reinserção Social (MINARS).

Programa de reunificação familiar continua a juntar muitas pessoas no país
Fotografia: Jornal de Angola

Ao todo, 19 crianças que viviam sozinhas voltaram, este ano, até Maio, ao convívio familiar, disse, na terça-feira, à Angop, a directora provincial do Ministério da Assistência e Reinserção Social (MINARS).
O reencaminhamento das crianças foi possível graças ao programa de localização e reunificação da Direcção Provincial do Huambo do Ministério da Assistência e Reinserção Social.
 Maria Lucília esclareceu que 17 das crianças são do município sede da província, do Bailundo e da Caála e as outras do Bié.
 A Direcção Provincial registou, no mesmo período, mais 21 de crianças separadas da família, a viver nas ruas.
As crianças foram registadas na Conservatória do Registo Civil e entregues a internatos.
 A Direcção Provincial, disse Maria Lucíla, visita periodicamente as crianças reunificadas para saber como são tratadas, e como estão a adaptar-se ao ambiente familiar e prestar conselhos.
 As visitas têm permitido verificar que há crianças vítimas de maus-tratos por parte, sobretudo, de tios e madrastas, que as obrigam a trabalhar, principalmente a fazer trabalhos domésticos.

Tempo

Multimédia