Províncias

Cuanza Sul tem representantes para a final

Victor Pedro | Sumbe

Os cinco jovens que vão representar o Cuanza Sul, na fase nacional do concurso sucesso escolar e mérito estudantil, denominado “Sábados Académicos”, foram apurados nos testes de matemática, história, língua portuguesa e cultura geral, na cidade do Sumbe, entre 55 concorrentes de toda a província.

Jovens do Cuanza Sul apurados para a fase nacional do concurso Sábados Académicos
Fotografia: Bernando Macilo | Sumbe

Entre os apurados constam Pitra Sebastião, estudante da 12ª classe do Instituto Médio de Petróleos, no curso de Perfuração e Produção, Joice Magna Castelo Manuel, aluna da 12ª classe, da escola do II ciclo do ensino secundário de Amboim, no curso de Física e Biologia, Lindo Cahombo Manuel, do Libolo, Pimentel Joaquim Albino, do município do Amboim, e Maurício Bruno do Amaral, do Sumbe.
Pitra Sebastião reconheceu que não foi fácil conquistar o primeiro lugar, tendo em conta o número de concorrentes e a motivação que lhes permitiu passar à fase provincial, que exigiu calma e concentração. Prometeu trabalhar bastante na sua preparação, com empenho e afinco, para melhor representar a província no prémio nacional.
Joyce Castelo Manuel, que ficou em segundo lugar, reconheceu a capacidade dos adversários e pediu para não desistirem dos seus sonhos, elogiando a organização pela 8ª edição do concurso, que vai proporcionar espaços próprios que estimulam a juventude estudantil a buscar competências e aptidões, espírito de investigação e pesquisa, para aumentar os seus conhecimentos e inserção na sociedade.
O concurso “Sábados Académicos” é promovido pela JMPLA e visa promover o mérito, o talento, a excelência, bem como a importância do cumprimento integral do ciclo de formação dos alunos, encontrar métodos práticos e atractivos que possam incentivar os alunos do II ciclo do ensino secundário a dedicarem-se mais à sua formação académica, desenvolver a qualidade, a excelência e o patriotismo.
Apoiar os alunos com dificuldades de inserção nos meios académicos, incentivar o intercâmbio juvenil entre alunos de diferentes instituições, cursos ou especialidades e exortar a importância da formação no processo de diversificação da economia são outros objectivos do projecto.
O director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia do Cuanza-Sul, Francisco António Júnior, considerou o certame de extrema importância para a vida académica, sendo uma mais-valia direccionada para o desenvolvimento científico e cultural, bem como para a promoção de valores morais, de cidadania, ocupação dos tempos livres dos estudantes, elevação da auto-estima, patriotismo e competição salutar.
Apontou que o projecto é um grande subsídio para a consolidação das competências e conhecimentos adquiridos nas respectivas escolas, que oferecem aos alunos e jovens oportunidades para realizarem actividades académicas e pedagógicas adequadas ao seu nível, sendo a educação uma preocupação da nação e que a todos diz respeito.
O concurso foi orientado pelo secretário provincial da JMPLA , Eliseu Segunda Miranda, testemunhado por membros do secretariado da organização juvenil do MPLA e responsáveis da Educação.

Tempo

Multimédia