Províncias

Acções consideradas positivas

Dionísio David | Ondjiva

A execução dos projectos de combate à fome e à pobreza no meio rural a nível do município do Cuanhama, província do Cunene, é positiva, constataram os membros do Conselho da Administração, reunidos na localidade de Nehoni.

Administrador municipal do Cuanhama
Fotografia: Dionísio David | Ondjiva

No encontro, foi recomendado dar continuidade à aplicação de projectos ligados à captação de mais furos de água, principalmente em áreas tidas como críticas, com o objectivo de mitigar os efeitos da seca registados o ano passado.
O administrador municipal do Cuanhama, Gonçalves Namueya, referiu que a problemática da falta de água, face às fracas chuvas, tem sido resolvida com a abertura de novos sistemas de distribuição, perfuração e instalação de sondas.A venda generalizada de produtos nas principais ruas e avenidas da cidade de Ondjiva é uma das principais preocupações das autoridades e vão ser tomadas medidas com vista a estancar o fenómeno que belisca a imagem da cidade.
Os membros do Conselho da Administração Municipal do Cuanhama recomendaram às Repartições de Transportes, Comércio e Fiscalização redobrarem as medidas que se impõem, cujo objectivo é pôr cobro à venda ambulante, principalmente defronte das instituições de serviços públicos.A falta de empenho e as ausências constantes nos postos de trabalho de professores no meio rural criam constrangimentos ao aproveitamento escolar.
Os membros do Conselho da Administração Municipal, em função disso, exigiram da Repartição da Educação, através da sua área de inspecção, a punição dos faltosos.A Administração Comunal de Ondjiva recebeu a recomendação de indicar o local onde a Repartição Municipal da Energia e Água vai construir uma sonda, destinada ao abastecimento de água às comunidades urbanas.
Uma das preocupações levantadas na reunião tem a ver com a proliferação de estabelecimentos comerciais, sendo que muitos vendem apenas bebidas alcoólicas. Tais práticas devem ser combatidas de forma energética.
As autoridades municipais são implacáveis no combate à venda de terrenos e alertam que os que insistem na venda anárquica, quer funcionários da Administração, quer outros munícipes, são criminalmente responsabilizados. O mercado informal da Alemanha, localizado na periferia de Ondjiva, vai ser transferido para a zona de Oipembe, cerca de sete quilómetros da cidade capital, no prazo de 30 dias.

Tempo

Multimédia