Províncias

Acesso às casas para a juventude

Elautério Silipuleni | Ondjiva

A direcção provincial da Juventude e Desportos no Cunene está, desde o mês de Novembro do ano passado, a proceder ao processo de inscrição de acesso às casas da juventude, na cidade de Ondjiva.

A construção de algumas residências para jovens já está na fase de acabamentos
Fotografia: Jornal de Angola

A direcção provincial da Juventude e Desportos no Cunene está, desde o mês de Novembro do ano passado, a proceder ao processo de inscrição de acesso às casas da juventude, na cidade de Ondjiva.
A informação foi avançada pelo chefe de Departamento para Juventude, Atanânsio Ndilyandike, que disse que o processo está aberto aos jovens com idades entre os 23 e 35 anos, com ocupação remunerada, devendo as candidaturas ser entregues à direcção provincial da Juventude e Desportos.
Atanânsio Ndilyandike disse ainda que os jovens interessados no programa habitacional da juventude deverão apresentar uma declaração de rendimento, atestado de residência, agregado familiar, confirmando a união de facto, comprovativo do serviço militar regularizado e cartão de contribuinte.
No quadro do programa “Angola Jovem”, 72 residências do tipo T2 e T3 estão a ser construídas no bairro Kashila, arredores da cidade de Ondjiva, município do Kwanhama, na província do Cunene, com o propósito de beneficiar jovens sem casa própria.
A construção destas residências para jovens já está na fase de acabamentos, faltando apenas os mínimos acertos. Brevemente a empreitada vai concluir os últimos trabalhos e entregar as obras.
Para além das 72 casas sociais da juventude, que estão a ser edificadas na cidade de Ondjiva, vão ser igualmente construídas 20 residências sociais para os jovens na localidade de Xangongo, no município de Ombadja, totalizando assim as 92 casas que o Ministério da Juventude e Desportos estabeleceu para a província do Cunene, no âmbito do programa “Angola Jovem”.

Tempo

Multimédia