Províncias

Activistas do Cunene informam população

Activistas e conselheiros do VIH­/Sida dos municípios do Cuanhama e Namacunde, província do Cunene, prometeram em Ondjiva, trabalhar com maior rigor na sensibilização da população, para prevenir e reduzir os índices da doença.

Activistas e conselheiros do VIH­/Sida dos municípios do Cuanhama e Namacunde, província do Cunene, prometeram em Ondjiva, trabalhar com maior rigor na sensibilização da população, para prevenir e reduzir os índices da doença.
Os jovens activistas e conselheiros participaram numa acção formativa sobre prevenção da Sida, que durou dois dias. Os conhecimentos adquiridos são levados às comunidades para que saibam tudo sobre a doença. 
Lúcia de Nazaré, activista, disse que depois da formação, o objectivo é levar informação às comunidades sobre o surgimento, sintomas, prevenção e transmissão da doença, para melhor contribuir na prevenção e sua diminuição entre os jovens e adultos.
“Vamos empenhar-nos com rigor e responsabilidade nas actividades de campo que são feitas nos mercados, paragens de táxis, parques de estacionamento de camiões, e locais onde se verifica um maior número de prostitutas nacionais e da Namíbia”, afirmou Lúcia de Nazaré.
O conselheiro do HIV/SIDA José Simão frisou que com os conhecimentos adquiridos durante formação, estão criadas as bases para educar os jovens sobre Sida e aconselhá-los a usarem preservativos nas relações sexuais ocasionais.
O representante da ONG Cuamm no Cunene, Edmundo Miguel, afirmou que os formandos devem mostrar na prática as suas acções de sensibilização para melhor servirem as comunidades.
Edmundo Miguel sublinhou que a formação vai continuar nos outros municípios do Cunene para dar maior cobertura em termos de informação dos activistas e conselheiros do VIH/Sida.
A formação foi promovida pela Organização Não Governamental de ajuda humanitária Cuamm.

Tempo

Multimédia