Províncias

Administração da comuna aposta em projectos sociais

Domingos Calucipa | Evale

A grande aposta para este ano na comuna do Evale, Cuanhama, é abertura de represas e de furos para poder minimizar a falta de água para consumo da população e do gado na época seca, disse ao Jornal de Angola a sua administradora.

Administradora da comuna Celeste Muhala
Fotografia: Domingos Calucipa | Evale

A grande aposta para este ano na comuna do Evale, Cuanhama, é abertura de represas e de furos para poder minimizar a falta de água para consumo da população e do gado na época seca, disse ao Jornal de Angola a sua administradora.
Celeste Muhala afirmou que a Administração Comunal pretende abrir sete represas e outros tantos furos em Ombala, Omutaku, Ondjabula, Omipini, Etwali, Omala e Omalyata para a população e o gado deixarem de ter de percorrer grandes distâncias para encontrarem água.
A Administração Comunal, referiu, também tenciona construir quatro escolas do I e II ciclo, cada uma delas com seis com salas, e igual número de casas para professores nas localidades de Oshimbango, Ohakuyela, Onaulila e Okapangu.
Celeste Muhala disse estar igualmente previsto a construção de cinco postos de saúde e de casas para enfermeiros nas mesmas localidades.
Entre as prioridades para este ano conta-se a ampliação do centro de saúde, a construção de um dique de protecção durante as cheias, uma casa veterinária, um campo desportivo polivalente, um parque infantil e casas para os quadros da administração comunal. Uma das preocupações da administradora é o estado em que se encontra a estrada entre a comuna e a sede da província: “Esperamos que a estrada que liga Evele à sede da província seja reparada este ano para permitir melhor circulação rodoviária e o desenvolvimento da comuna”, disse.
Apesar desta e de outras contrariedades, a administradora comunal faz um balanço positivo de 2012 por terem sido “executados vários projectos de impacto social”, entre os quais a construção de duas escolas, cada uma de três salas, nas localidades de Omala e Ehafo e de um posto médico na sede da comuna.
Também na sede da comuna, lembrou, foi aberto um furo de água e instalado o sistema de iluminação pública e em Okacongo reabilitada a escola primária.

Tempo

Multimédia