Províncias

Administração de Oshimolo regista população afectada

A administração comunal do Oshimulo, a 129 quilómetros da sede do município do Cuanhama, província do Cunene, está a realizar o registo das famílias camponesas afectadas pela seca que assola a região, visando a sua assistência.

Administração dá assistência as famílias
Fotografia: Domiano Fernandes

A garantia é do administrador comunal adjunto de Oshimulo, Eugénio Mandume, referindo que a comuna se debate neste momento com falta de água, resultante da seca que assola a região desde Dezembro último.
Os agricultores estiveram mobilizados na produção agrícola, mas os esforços foram em vão, pois os solos não atingiram humidade suficiente para as sementes germinarem e aquelas que germinaram estão a secar.
“Milhares de hectares de culturas estão perdidos, pelo que há necessidade de intervenção do Governo, no sentido de pôr em prática um plano de contingência eficaz para combater o impacto negativo da estiagem, que põe em causa a sobrevivência das populações que vivem do campo”, ressaltou. Eugénio Mandume esclareceu que apesar dos apoios registados para a presente campanha agrícola, as condições climáticas estão a condicionar a actividade dos agricultores.
A grande preocupação é com a situação das famílias, pois além da produção agrícola, a seca está a afectar o gado, uma vez que não existe água suficiente para as populações e e para os animais.

Tempo

Multimédia