Províncias

Administradores comunais recebem meios de transporte

Domingos Calucipa | Ondjiva

Pelo menos nove administradores comunais adjuntos da província do Cunene beneficiaram, nesta segunda-feira, de viaturas a todo-o-terreno, um programa do Ministério da Administração do Território, que visa a melhoria das condições de trabalho da administração local do Estado.

Vista aérea da capital do Cunene, Ondjiva
Fotografia: Jornal de Angola

Pelo menos nove administradores comunais adjuntos da província do Cunene beneficiaram, nesta segunda-feira, de viaturas a todo-o-terreno, um programa do Ministério da Administração do Território, que visa a melhoria das condições de trabalho da administração local do Estado.
Tratam-se dos administradores comunais adjuntos de Ondjiva, Môngua, Evale, Xangongo, Mucope, Namacunde, Chiedi, Kalonga e Chitado, que receberam carrinhas de marca Land-Cruiser.
Ao proceder a entrega das chaves das viaturas aos contemplados, o governador provincial, António Didalelua, pediu a utilização racional dos meios e maior rigor no cumprimento das tarefas que lhes forem confiadas.
“No âmbito do programa do governo, nós temos vindo a entregar viaturas aos directores provinciais, aos administradores municipais e comunais. Agora é a vez de alguns administradores adjuntos receberem estes meios, que devem utilizar as viaturas para os fins da Administração do Estado”, aconselhou o governador.
O administrador comunal adjunto de Chitado, Fernando Benjamim, prometeu mostrar mais trabalho em benefício das populações da sua circunscrição e corresponder com as expectativas do governo provincial.
A comuna do Chitado dista cerca de 150 quilómetros da sede municipal do Kuroca, o que dificulta a comunicação. Com a entrega destas viaturas, acredita-se que se abrem maiores possibilidades das populações sentirem a presença dos dirigentes comunais, disse Fernando Benjamim.
Na mesma cerimónia foram entregues também duas ambulâncias e uma carrinha para servir os hospitais de Ondjiva e de Xangongo, bem como apoiar a direcção provincial da Saúde.

Tempo

Multimédia