Províncias

Água potável na localidade é já um facto

Elautério Silipuleni

A vila de Oncócua, sede do município do Curoca, é agora abastecida de energia eléctrica por um grupo gerador de 200 kva, que substitui o antigo, que já não funcionava há quatro anos.

Administrador Francisco Goloimwe
Fotografia: Elautério Silipuleni

A vila de Oncócua, sede do município do Curoca, é agora abastecida de energia eléctrica por um grupo gerador de 200 kva, que substitui o antigo, que já não funcionava há quatro anos. O novo gerador garante a iluminação pública e a distribuição à rede domiciliária.
A água potável na localidade é fornecida por um sistema de captação e distribuição, que funciona por gravidade.

Educação é prioridade


“A expansão do ensino de base no município do Curoca e a abertura do nível médio pode contribuir, em grande medida, para o aumento do desenvolvimento do município do Curoca”, assegurou o administrador.
Tomé Goloimwe considerou fundamental o sector da Educação por ser o ponto de partida para o desenvolvimento das sociedades modernas, referindo que tem sido possível acompanhar a evolução da sociedade estudantil, com mais salas e melhoria da qualidade do sistema.
No município do Curoca existem apenas escolas do ensino primário e I ciclo, na sede municipal. A meta para os próximos tempos consiste no arranque do ensino médio.
Os estudantes que concluem o primeiro ciclo têm sido transferidos para o município da Cahama e outros para a capital da província, para darem prosseguimento aos seus estudos.

Tempo

Multimédia