Províncias

Aumentam as construções anárquicas

aumenta desordem na construção

O aumento acelerado de construções anárquicas na cidade de Ondjiva, província do Cunene, preocupa o governo provincial, disse, à Angop, na terça-feira, o chefe local do Instituto Nacional de Ordenamento Territorial e Desenvolvimento Urbano.

O aumento acelerado de construções anárquicas na cidade de Ondjiva, província do Cunene, preocupa o governo provincial, disse, à Angop, na terça-feira, o chefe local do Instituto Nacional de Ordenamento Territorial e Desenvolvimento Urbano.
Francisco Sanda afirmou que “o crescimento habitacional sem os requisitos urbanísticos propicia o surgimento de bairros irregulares”, dificultando a execução dos serviços sociais básicos à população.
 A situação, referiu Francisco Sanda, é caracterizada pelo surgimento de bairros irregulares formados sem os devidos arruamentos.
 Uma das medidas que pode conter esta prática, frisou, é o Programa de Fomento Habitacional que prevê para a província do Cunene a construção de 35.800 casas na reserva fundiária de Ekuma, nos arredores da cidade de Ondjiva.
 Francisco Sanda pediu aos administradores municipais e comunais que concedam espaços para a autoconstrução dirigida.

Tempo

Multimédia