Províncias

Brigada Jovem doa sangue

Elementos da Brigada Jovens Solidários provenientes de Luanda estão a doar sangue à Hemoterapia do Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene, num gesto que visa responder ao grito de socorro das autoridades por falta de sangue.

A intenção é garantir que os pacientes encontrem sangue no hospital sempre que precisarem
Fotografia: Arquivo | Jornal de Angola

O assistente para informação e marketing da Brigada, Estanislau Fortunato, disse que o gesto dos 80 jovens visa ajudar algumas unidades sanitárias do país que estejam com necessidade de sangue, fazer que os hospitais do país tenham reservas para acudir as várias gestantes, vítimas de acidentes de viação e outros pacientes que morrem por falta do produto.
A ideia é fazer que os pacientes encontrem sangue no hospital, pondo fim a situações de famílias que procuram o produto, fazendo jus ao lema da brigada “Doar sangue para salvar vidas”.
"É intenção do grupo doar de forma voluntária o sangue, razão pela qual iniciativas do género são extensivas e vão prosseguir pelo país, com vista a atingir-se o objectivo de garantir que as unidades sanitárias tenham sangue", disse.
Acções do género vão decorrer no próximo fim-de-semana, 27 de Setembro, na província da Lunda Sul. A administradora do hospital de Ondjiva, Velância Tongeinawa, considerou uma mais-valia o gesto da Brigada Jovens Solidários, porquanto vai reforçar a reserva do hospital e ajudar a salvar vidas, através de transfusão de sangue.
“Gestos iguais ajudam a reduzir mortes, pelo que deviam ser seguidos por outras organizações juvenis. Tem sido gritante a insuficiência de sangue no Hospital. Nos últimos meses temos registado um consumo médio diário de 20 doações  de sangue, cuja hemoterapia não tem capacidade de resposta às várias solicitações do banco de urgência, sala de partos e grande cirurgia”, disse.

Tempo

Multimédia