Províncias

Camiões cisternas aumentam o acesso à água potável na cidade de Ondjiva

Elautério Silipuleni| Ondjiva

A distribuição de água às populações dos bairros da cidade de Ondjiva, na província do Cunene, foi reforçada com a entrada em funcionamento de quatro camiões cisternas, entregues pelo governo à direcção local de Energia e Águas.

As dificuldades na distribuição de água às populações exigiram um reforço de meios
Fotografia: JA

A distribuição de água às populações dos bairros da cidade de Ondjiva, na província do Cunene, foi reforçada com a entrada em funcionamento de quatro camiões cisternas, entregues pelo governo à direcção local de Energia e Águas.
As quatros cisternas têm cada uma capacidade para transportar 15 metros cúbicos, a partir da girafa de Oluvanda.
O governador provincial do Cunene, António Didalelwa, disse que a distribuição dos meios de transporte insere-se no Programa “Água para Todos”, visando suprir as carências da população.
O governador Didalelwa ressaltou que o problema da distribuição e fornecimento de água potável à província do Cunene fica resolvido com a conclusão da conduta Xangongo/Ondjiva, cujo projecto se encontra em fase final de tubagem.
O responsável provincial do sector  referiu que até ao primeiro trimestre do próximo ano se espera que as torneiras dos cidadãos residentes nos municípios de Ombadja, Kwanhama e Namacunde tenham água.
Neste momento, as referidas cisternas distribuem água potável aos bairros de Onahumba, Kashila I, II e III, Naipalala, Kafitu, Kakuluvale e Okapale.
Estes bairros, como salientou o responsável da direcção províncial da Energia e Àguas, aguardam ser beneficiados com chafarizes no quadro do fornecimento de água a partir da chana de Caricoco e Oipembe. Os camiões cisternas constituem uma solução provisória para o reforço do abastecimento de água à cidade de Ondjiva, enquanto se aguarda a conclusão do considerado maior projecto de fornecimento de água à província, a partir do rio Cunene, disse o director.

Tempo

Multimédia