Províncias

Casos de infecções respiratórias agudas tendem a aumentar

Mais de 6.730 casos de infecções respiratórias agudas, com 17 óbitos, foram registados em crianças maiores de cinco anos, entre Abril e Junho do presente ano, nas unidades sanitárias dos seis municípios da província do Cunene, informou ontem, em Ondjiva, o chefe de departamento de Saúde Pública e Controlo de Endemias.

Fotografia: Domingos Cadência | Edições Novembro


Félix Satyoamba referiu que, em igual período do ano anterior, registaram-se 5.681 casos de infecções respiratórias, com mesmo número de óbitos.
Referindo-se aos sintomas, explicou que a doença pode ser reconhecida através de vários sinais como tosse, dificuldade respiratória e obstrução das fossas nasais.
Esclareceu que as bactérias são responsáveis por infecções respiratórias mais graves e podem provocar pneumonia.

Tempo

Multimédia