Províncias

Casos de tuberculose tendem a aumentar

Adelaide Mualimusi |

Pelo menos 451 novos casos de tuberculose foram diagnosticados no II trimestre deste ano na província do Cunene pelas unidades sanitárias, com um aumento de três casos comparativamente a igual período de 2016.

A informação foi avançada segunda-feira pelo chefe do Departamento de Saúde Pública e controlo de endemias, Belarmino Satyohamba, que realçou que os municípios com maior número de casos de tuberculose são os de Ombadja, com 183 casos, e de Cuanhama, com 199.
Belarmino Satyohamba disse que no período em referência registou-se a diminuição de 24 casos de mortes e que 11 casos foram transferidos dos municípios para o Hospital Geral de Ondjiva e 92 doentes abandonaram o tratamento.
Segundo Belarmino Satyohamba, durante o período em referência, registaram-se também na região 104 casos de tuberculose associada ao VIH/Sida, 46 casos de doentes que recomeçaram o tratamento, 17 com tuberculose extra-pulmonar e 23 casos que estão a fazer o tratamento completo.
Para diminuir o surgimento de novos casos, acrescentou, a Direcção Provincial da Saúde fornece com regularidade medicamentos, fazendo com que os pacientes deixem de percorrer longas distâncias para serem tratados no Hospital Sanatório de Ondjiva.
Segundo Belarmino Satyohamba, a população tem sido aconselhada no sentido de procurar as unidades sanitárias, logo após os primeiros sintomas da doença.

Tempo

Multimédia