Províncias

Centenas de cabeças de gado bovino são imunizadas contra o carbúnculo

Dionísio David | Namacunde

Mais de 840 mil cabeças de gado bovino vão ser vacinadas, na província do Cunene, durante a primeira fase da campanha de vacinação animal, anunciou ontem, no município de Namacunde, o director provincial da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas.

Campanha de vacinação vai durar um mês e abrange animais de estimação como cães e gatos
Fotografia: Jornal de Angola |

Mais de 840 mil cabeças de gado bovino vão ser vacinadas, na província do Cunene, durante a primeira fase da campanha de vacinação animal, anunciou ontem, no município de Namacunde, o director provincial da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas.
Dinis Pacavira realçou que, durante esta campanha, que arrancou na terça-feira e tem a duração de 30 dias, os animais vão ser imunizados contra a peripneumonia contagiosa bovina, carbúnculo sintomático e dermatite nodular. Para tal, foram mobilizados 105 técnicos, constituídos em 30 brigadas, que vão trabalhar em 326 mangas.
Durante a campanha, as autoridades sanitárias pretendem ainda imunizar contra a raiva 25 mil cães e mais de cem mil gatos e macacos.
Dada a abrangência que se pretende com a campanha, acrescentou, os trabalhos vão contar com o envolvimento directo das administrações municipais e comunais e das autoridades tradicionais, nas deslocações das brigadas de uma manga para outra.
Dinis Pacavira considerou o gado a maior riqueza das comunidades camponesas da região, razão pela qual tem sido prestada uma cada vez maior atenção às campanhas de vacinação.
Além disso, têm sido desenvolvidas várias acções contínuas, investigação da origem ou causas de novas doenças que atacam os animais e as formas de as combater.
O governador do Cunene, António Didalelwa, disse que a vacinação de animais se destina a prevenir as doenças que, nos últimos anos, têm causado a morte de muitos animais na província, com realce para o gado bovino. Durante o ano passado, as doenças que atacam os animais provocaram a morte de cerca de 600 mil cabeças de gado, em toda a província, salientou o governador, que pediu às administrações municipais para criarem todas as condições necessárias, principalmente nas mangas de vacinação, para que se possa vacinar o maior número de animais.

Tempo

Multimédia