Províncias

Centenas de jovens frequentam cursos técnico-profissionais

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Cerca de mil jovens  frequentam, este ano, cursos técnico-profissional em diversas especialidades nos centros de formação de artes de ofícios da Província do Cunene, disse, ontem, na cidade de Ondjiva, a directora dos serviços provinciais do Instituto de Formação Profissional  (INEFOP).

Maria Baltazar explicou que os referidos jovens fazem formação em agricultura, alvenaria, canalização, carpintaria, contabilidade, gestão, culinária, decoração, electricidade de baixa e alta tensão, frio e gestão empresarial.
Maria Baltazar disse que o objectivo do INEFOP é potenciar os candidatos com ferramentas que  possibilitem a realização das suas actividades quotidianas para garantir o seu sustento.
A directora dos serviços provinciais do Instituto de Formação Profissional na província do Cunene informou existirem na província cinco centros de formação profissional e pavilhões de artes e ofícios, em Ondjiva, Oifide, Namacunde, Xangongo e de Cuvelai.
Maria Baltazar disse que o Instituto de Formação Profissional na província do Cunene prevê expandir para todos os municípios da província os centros de formação profissional.
Entre 2000 e 2014 foram formados pelos centros de formação técnico-profissional e pavilhões de artes e ofícios um total de 5.436 técnicos, segundo a directora provincial do INEFOP.

Tempo

Multimédia