Províncias

Combate à sida e à malária através de projectos sociais

Adelaide Mualimusi | Ondjiva

Vários projectos de carácter social estão a ser desenvolvidos pelo secretariado provincial do Cunene da Cruz Vermelha de Angola, no âmbito do programa de combate à malária e VIH/Sida.

Vários projectos de carácter social estão a ser desenvolvidos pelo secretariado provincial do Cunene da Cruz Vermelha de Angola, no âmbito do programa de combate à malária e VIH/Sida.
O coordenador do projecto de combate ao VIH/sida e malária, João Sikinsa, afirmou que estão em curso várias acções, financiadas pela comunidade europeia, nos municípios de Ombadja, Kwanhama e Namacunde.
João Sikansa disse que, em 2009, duas mil pessoas, que vivem com VIH/Sida e crianças órfãs de pais que morreram devido à doença receberam apoio material diverso, preservativos, panfletos e mosquiteiros.
O responsável referiu que no mesmo período foram realizados 7.906 encontros de aconselhamentos, em parceria com os comités de luta contra a Sida e administrações municipais, que permitiram identificar 189 crianças órfãs.
Os trabalhos são assegurados por 150 voluntários da Cruz Vermelha, divididos em dois grupos, um que presta informações e distribui panfletos e outro que complementa as actividades de cuidados domiciliares às pessoas doentes, em parceria com os centros de aconselhamento e testagem voluntária.   

Tempo

Multimédia