Províncias

combate ao HIV/Sida no Cunene

O encontro técnico de coordenação regional sobre o combate ao VIH/Sida, encerrado sexta-feira, em Ondjiva, recomendou maior dinamização e reforço das acções de combate ao VIH/Sida.

O primeiro caso de HIV em Angola foi notificado em 1986
Fotografia: Jornal de Angola

O encontro técnico de coordenação regional sobre o combate ao VIH/Sida, encerrado sexta-feira, em Ondjiva, recomendou maior dinamização e reforço das acções de combate ao VIH/Sida.
O comunicado final da reunião, em quem participaram técnicos de saúde nas províncias do Kuando-Kubango, Namibe e Cunene, recomendou que sejam redobradas as actividades de vigilância em torno da prevenção, do tratamento e do combate a doença.
Consta ainda das recomendações do encontro, promovido pelo Ministério da Saúde e pela USAID, agência norte-americana para o desenvolvimento, a necessidade de mais envolvimento dos governos provinciais, da sociedade civil e das redes de pessoas infectadas pelo VIH/Sida nas acções de sensibilização sobre os cuidados a ter contra a pandemia.
Os participantes consideraram “imperioso” o reforço dos trabalhos das unidades móveis, dotando-as de corpo clínico e material sanitário suficientes para o diagnóstico da patologia nos locais por onde passam.
Defenderam a necessidade de desenvolver um programa de acompanhamento aos infectados pelo vírus da Sida, de modo a evitar que abandonem a terapia.
Na sessão de encerramento, o director provincial do Cunene da Saúde, Eduardo Hayumba, enalteceu a acção formativa pelo facto de a “doença do século” estar a dizimar muitas vidas humanas no mundo.
Durante o encontro, que durou três dias, os participantes abordaram questões como a situação actual do VIH/Sida nas três províncias, a identificação de parceiros e constrangimento na execução de projectos e a definição de estratégias no combate à Sida nas três províncias.

Tempo

Multimédia