Províncias

Conduta de água livre de minas

As operações de limpeza e desminagem do troço onde irá passar a nova conduta de água, entre Xangongo e Ondjiva, levado a cabo pelo efectivo da Brigada de Desminagem das Forças Armadas Angolanas no Cunene, numa extensão de 100 quilómetros, terminou em Janeiro.

Brigada de Desminagem das Forças Armadas limpou cem quilómetros do traçado
Fotografia: Jornal de Angola

As operações de limpeza e desminagem do troço onde irá passar a nova conduta de água, entre Xangongo e Ondjiva, levado a cabo pelo efectivo da Brigada de Desminagem das Forças Armadas Angolanas no Cunene, numa extensão de 100 quilómetros, terminou em Janeiro.
O facto foi revelado ontem à Angop pelo comandante da referida brigada, tenente-coronel Jorge António “Jojo”, referindo que os trabalhos iniciados em Julho de 2010 decorreram a bom ritmo e visaram a limpeza e desminagem das bermas e vias de acesso do troço, onde irá passar a tubagem da futura conduta de água Xangongo/Ondjiva.
“Este exercício abrangeu ainda as comunas de Humbe, Nualila e Môngua, garantindo assim a segurança e a livre circulação de pessoas e bens nestas zonas onde irão passar os tubos da conduta”, sublinhou.
Jorge António informou que durante os trabalhos foram recolhidos diversos engenhos explosivos não detonáveis, adiantando que a brigada possui dois pelotões tecnicamente equipados, desde a logística ao transporte, e está preparada para qualquer empreitada.
As operações de limpeza e desminagem desenvolvem-se igualmente na localidade da Kafima, município do Kwanhama, onde já foram recolhidas 50 minas anti-pessoal, 14 projécteis de 82 mm e uma mina anti-tanque de fabrico sul-africano. O projecto da construção da nova conduta de água Xangongo/Ondjiva foi lançado em Novembro de 2008, está orçado em 220 milhões de dólares e vai melhorar o abastecimento de água potável e saneamento à população da região, a partir do rio Cunene, em Xangongo.

Tempo

Multimédia