Províncias

Construtoras da região registam trabalhadores

Dionisio David | Calueque

Cerca de 200 trabalhadores da empresa de construção civil Mota Engil, responsável pelas obras de reabilitação da barragem de Calueque, na província do Cunene, foram registados na Segurança Social, no âmbito de um processo desenvolvido em todo o país pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social.

No processo participaram 12 técnicos do Centro de Saúde no Trabalho, que avaliaram os riscos previstos no programa de prevenção, investigação e análise das causas dos acidentes de trabalho que se têm registado em muitas empresas .
A médica Ndona Iyala, que coordenou a equipa técnica, disse que o registo de quem trabalha nas empresas de construção se destina a prevenir os acidentes e doenças profissionais, melhorar a qualidade de vida e criar condições que satisfaçam os trabalhadores.
Os trabalhadores daquela empresa, a partir de agora, afirmou Ndona Iyala, têm assistência médica gratuita e consultas regulares, que lhes permitem conhecer o estado de saúde.

Tempo

Multimédia