Províncias

Criados postos de trabalho

O Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) no Cunene procedeu, de 2002 a Julho deste ano, ao encaminhamento de 2.217 jovens aos postos de trabalho, com base nas solicitações efectuadas nos Centros Municipais de Emprego.

A informação foi avançada segunda-feira à Angop pela chefe provincial do INEFOP, Maria da Conceição Baltazar, que referiu que os jovens foram encaminhados aos vários sectores de actividades, com destaque para os ramos da construção civil, comércio e indústria transformadora. O Centro de Emprego, acrescentou, recebe a documentação dos jovens e, segundo as solicitações das empresas, quer públicas, quer privadas, são encaminhados de acordo com as necessidades das instituições. Dados estatísticos do Centro de Emprego do INEFOP referem que a província do Cunene conta com um universo de 11.290 trabalhadores, dos quais 7.237 homens e 4.053 mulheres, distribuídos em 688 empresas.
A província do Cunene conta ainda com cinco centros básicos de formação profissional públicos e privados, nos municípios de Cuanhama e Ombadja, assim como dois pavilhões de artes e ofícios nas localidades de Namacunde e Cuvelai, segundo Maria Baltazar.

Tempo

Multimédia