Províncias

Cunene em festa com olhos no progresso

Adalaide Mualimusi| Ondjiva

Uma série de infra-estruturas socioeconómicas vão ser inauguradas a partir desta semana, na província do Cunene, no quadro das comemorações dos 46 anos daquela parcela do país, a assinalar-se no domingo, dia 10.

Vista parcial da cidade de Ondjiva onde estão em curso diversos projectos de impacto social para melhorar a qualidade de vida da população
Fotografia: Domiano Fernandes

As inaugurações, no quadro das festividades, que decorrem até ao dia 29 deste mês, sob o lema “Cunene, 46 anos - firme na diversificação da economia, rumo ao desenvolvimento sustentável”, acontecem nos municípios da Cahama, Namacunde, Curoca, Cuvelai e Cuanhama.
O programa de actividades das comemorações aponta que vai ser realizado um jantar de gala, na cidade de Ondjiva, a 10 deste mês, dia em que a feira agro-pecuária será aberta oficialmente.
Abertas na sexta-feira, em Ondjiva, pelo vice-governador para o sector Político e Social, José Nascimento Vayelengue, as festividades do dia do Cunene reservam ainda uma palestra subordinada ao tema “Trajectória histórica, económica e sociocultural”.
As festividades acontecem anualmente como ponto alto da celebração do 10 de Julho, dia em que a província do Cunene foi separada da então região do conselho administrativo da Huíla, em 1970.
Durante a feira agro-pecuária e industrial, vai decorrer um leilão de gado, em que participam empresários da República da Namíbia, além da realização de actividades desportivas, culturais e recreativas.
A par disso, as festividades reservam ainda actividades músico-culturais, feiras municipais, culto de acção de graças, lançamento de livros e seminários especializados sobre empreendedorismo.
O vice-governador Nascimento Vayelengue disse que as jornadas visam ajudar na consolidação das relações comerciais entre empresários angolanos e estrangeiros, assim como criar oportunidades para a parceria de negócios.
Nascimento Vayelengue referiu igualmente que as actividades visam incentivar a participação de todos os habitantes no desenvolvimento socioeconómico da região.
O vice-governador do Cunene convidou os empresários e outros actores económicos a darem o seu melhor para a concretização dos objectivos do Governo na promoção dos investimentos.
O responsável salientou que as jornadas deste ano decorrem num momento ímpar, marcado pela crise económica, mas acredita que as mesmas vão decorrer com o entusiasmo e a alegria, que caracterizam a região do Cunene, onde estão  em curso diversos projectos de impacto social.

Tempo

Multimédia