Províncias

Cuvelai tem farmácia e laboratório

Elautério Silipuleni | Ondjiva

As localidades de Oshikondo, Omunda, Quilómetro 27 e a comuna de Mukolongondjo, no município do Cuvelai, têm agora uma nova imagem, com a inauguração, no sábado, pelo governador António Didalelwa, de novos equipamentos sociais, com vista a conferir melhor dignidade às populações locais.

Centenas de crianças da região têm no próximo ano lectivo acesso facilitado ao sistema de ensino com a construção de mais salas de aulas
Fotografia: Domingos Cadência

Oshikondo conta com um novo posto de saúde, num investimento de 23 milhões de  kwanzas. O empreendimento foi construído com o Fundo de Apoio Social (FAS) e possui farmácia e laboratório.
Em Omunda e no Quilómetro 27 foram inauguradas 50 casas evolutivas em cada circunscrição, construídas no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural e de Combate à Pobreza. A administradora municipal de Cuvelai, Margarida Ulissavo,  reconheceu grandes avanços na sua área de jurisdição e lembrou que a inauguração do projecto habitacional   impulsiona o desenvolvimento da região e atrair quadros   de vários pontos do país.   
“No passado tínhamos sérios problemas habitacionais e este projecto vem numa boa altura. vamos agora poder contar com  técnicos de várias áreas que  vão ajudar a desenvolver o  município, por isso o o posto de saúde contribui para a melhoria da vida da população das duas localidades”, salientou.
Na povoação do Quilómetro 27, o governador provincial inaugurou  um sistema de captação e distribuição de água potável. O Mokolongondjo, comuna sede do município, possui agora um sistema de captação e distribuição de água, três chafarizes e   40 ligações domiciliares e foi inaugurada uma escola para formação de professores com três salas de aulas.
O governador provincial, António Didalelwa, disse que decorrem todos os municípios da província  projectos de construção de casas evolutivas de modo a  reduzir o défice habitacional e atrair os quadros.Relativamente à educação, o governador provincial sublinhou que o governo da província tem investido na construção de escolas primárias e secundarias.
“Hoje as coisas começam a mudar para  melhor, com a inauguração da escola para a formação de professores na sede do município. Acredito que agora é possível formar professores do ensino primário no município do Cuvelai”, precisou.António Didalelwa solicitou uma maior união entre as famílias, para que possam construir um ­núcleo forte nas suas comunidades e disse que os meios postos à disposição pelo Governo da Província são de todos os angolanos, daí a necessidade de serem preservados.
Além da construção de escolas e postos médicos, na município do Cuvelai estão em curso diversas acções sociais para melhorar a qualidade de vida da população, com destaque para a reabilitação das vias de acesso para facilitar as trocas comerciais.

Tempo

Multimédia