Províncias

Decorre a bom ritmo a construção de diques

Adelaide Mualimusi| Ondjiva

Os trabalhos de construção dos diques de protecção da cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene, contra as cheias, e a reabilitação das principais ruas destruídas pelas chuvas decorre a bom ritmo, de acordo com a Comissão do Gabinete Técnico para a Avaliação das Infra-estruturas da Cidade de Ondjiva e Regularização da Bacia do Cuvelai.

Os trabalhos de construção dos diques de protecção da cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene, contra as cheias, e a reabilitação das principais ruas destruídas pelas chuvas decorre a bom ritmo, de acordo com a Comissão do Gabinete Técnico para a Avaliação das Infra-estruturas da Cidade de Ondjiva e Regularização da Bacia do Cuvelai.
A Comissão encontra-se desde sexta-feira no Cunene com o objectivo de constatar o grau de execução das obras que visam solucionar o problema de invasão das águas nos locais habitados de Ondjiva e arredores. De acordo com Herculano Miguel, membro da Comissão do Gabinete Técnico, a visita visa fazer o acompanhamento das obras, constatar os programas que existem, discuti-los e buscar soluções.
Herculano Miguel garantiu que as obras de construção dos diques e de reabilitação das ruas de Ondjiva terminam em Fevereiro.
 No centro da cidade estão em reabilitação a avenida principal, 11 de Novembro, a Angelina Tavares e a Simione Mucune, num total de sete quilómetros. O projecto prevê para as restantes ruas trabalhos de tapa-buracos.

Tempo

Multimédia