Províncias

Defendida a construção de furos de água

Domingos Calucipa |

Os membros do Conselho Provincial de Auscultação da Comunidade do Cunene defendem a aplicação de mais recursos do orçamento do próximo ano na construção de furos de água em vez de escolas e postos de saúde, tendo em atenção a gritante falta de água para a população e para o gado.

Fotografia: Dr

João Jimbi, do Conselho de Igrejas Cristãs de Angola, considera ser necessária a disponibilização de água e comida para a população e para o gado antes de se pensar na edificação de novas infra-estruturas escolares ou de saúde. 

Para o rei do Cuanhama, Gerónimo Haleinge, pouco valeria a construção de mais escolas, pois, muitas andam abandonadas porque os alunos levam o gado para as zonas de transumância, onde existem melhores condições. />O governador Vigílio Tyova disse que a província vai procurar inverter alguns projectos virados para os sectores da Educação e da Saúde, inscritos no Orçamento de 2020, construindo mais sistemas de água para as populações e para o gado.
O governador destacou igualmente a necessidade de se criar um banco alimentar permanente para acudir as populações que vivem o flagelo da seca. O governo da província prevê abrir e recuperar 170 furos de água por município.

Tempo

Multimédia