Províncias

Desempenho dos enfermeiros é determinante

Elautério Silipuleni| Chiulo

Os enfermeiros desempenham um papel importante na humanização dos serviços de saúde, dando respostas a certos surtos que surgem nas comunidades, disse o bispo de Ondjiva, na província do Cunene.

Destacado o papel dos enfermeiros na prestação de um serviço que tem de dar resposta a surtos que surgem nas comunidade
Fotografia: Eduardo Pedro

Dom Pio Hipunyati, que interveio nas Jornadas Científicas de Enfermagem do Hospital Católico do Chiulo, sublinhou que a enfermagem é a arte de cuidar do ser humano individualmente e de modo integral.
Os enfermeiros, referiu, devem desenvolver as suas competências profissionais de forma autónoma ou em equipa, assim como promover a protecção, prevenção, reabilitação e reparação da saúde humana.
“O enfermeiro é um profissional que deve ser auxiliado diariamente pelos seus colaboradores directos, para prestar assistência a doentes, tanto em regime ambulatório como de internamento dos hospitais, clínicas ou habitações”, assinalou.
Destacou, por isso, a necessidade da formação contínua, académica e profissional, para melhor servir e dar respostas às necessidades de todo tipo de endemias que surgirem.
O bispo de Ondjiva, Pio Hipunyati, disse ser do domínio público que os surtos de cólera, sarampo e meningite têm presença cíclica na província do Cunene, assim como a tuberculose, que parecia estar em vias de erradicação. Em função do actual quadro, há toda a necessidade de se trabalhar em conjunto na elaboração e aplicação de estratégias destinadas a diagnosticar, prevenir e tratar essas patologias  frequente na região.
 Para se combater as enfermidades, referiu, é necessário que se faça um trabalho de mobilização, que deve contar com o envolvimento das comunidades, sobretudo nas campanhas de cuidados básicos de higiene e saúde, além da formação permanente e contínua do pessoal técnico do ramo de saúde.                                                            
As Jornadas Científicas vêm dar resposta aos desafios de um mundo em mudança constante.

Prestação de serviços 

O director Provincial da Saúde no Cunene, Eleutério Hivilikwa, sublinhou que a promoção da saúde passa pela preocupação em prestar serviços de saúde de melhor qualidade, uma vez que a investigação científica ajuda a identificar as debilidades das unidades sanitárias e a encontrar soluções para problemas reais ou potenciais.
Para Eleutério Hivilikwa, este tipo de jornadas ajuda a minimizar os custos e a maximizar a eficiência e equidade da saúde, através da inovação.
“A investigação científica pode ajudar a salvar e prolongar a vida humana. A qualidade de assistência que prestamos não pode melhor até que a responsabilidade científica se converta em parte integrante da nossa rotina do dia-a-dia”, sublinhou.
As Jornadas Científicas do hospital católico do Chiulo surgem na sequência de directivas do Ministério da Saúde, por serem uma ferramenta estratégica, enquadrada no Plano Nacional de Formação de Quadros (PNFQ), um dos pilares essenciais do Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) do Executivo.

Tempo

Multimédia