Províncias

Directores provinciais capacitados em gestão

Elautério Silipulen| Ondjiva

Directores de empresas provinciais do Cunene concluíram, em Ondjiva, uma formação de duas semanas sobre capacitação de gestão do erário público e planeamento, monitoria dos programas de desenvolvimento da província, fornecendo conhecimentos que permitem uma melhor gestão dos bens públicos.

A acção foi promovida pelo governo provincial e pelo centro de excelência e pesquisa em políticas públicas e governação local da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto.
Finanças públicas, contabilidade e gestão orçamental gestão estratégica e liderança transformativa, planeamento, gestão de projectos, mobilização e avaliação de planos provinciais e liderança visionária foram os assuntos transmitidos durante a formação.
O vice-governador para Sector Político e Social, José do Nascimento Veyelenge, disse esperar que os conhecimentos adquiridos pelos responsáveis do governo da província sejam posto em prática nos seus locais de trabalho, para que se tenha um trabalho eficiente na gestão do erário público. ”A acção governativa é cada vez mais complexa, exigindo dos servidores públicos conhecimentos especializados profundos que permitam, face às situações, solucionar os inúmeros desafios que se impõem nos tempos modernos.”
O director de programas do centro de pesquisas em políticas e governação local da Faculdade de Directo da Universidade Agostinho Neto, Jacob Massunganhe, que o­rientou a formação, disse que os gestores devem ter a noções básicas de gestão, daí a necessidade de se manterem sempre informados sobre as questões relacionados com gestão do erário público.
  Jacob Massunganhe referiu que a formação de capacitação aos directores provinciais é resultado do memorando de cooperação técnico e científico que a Universidade A­gostinho Neto assinou com o governo do Cunene.
“A formação pretende conjugar esforços no quadro do reforço, capacitação e desenvolvimento da província, através de acções de assessoria institucional, assistência técnica, formação avançada e consultoria de administração e gestão”, concluiu o director.

Tempo

Multimédia