Províncias

Doentes de hipertensão registam um aumento

Adelaide Mualimusi| Ondjiva

O número de casos de hipertensão arterial, na província do Cunene, aumentaram de 996, em Agosto e Setembro do ano passado, para 1.769 casos, no mesmo período de 2015, revelou ontem o chefe de Secção dos Cuidados Primários da Direcção Provincial da Saúde.

Adelino Kavanda referiu  que as autoridades registam 17 óbitos provocados pela doença, contra os oito averbados em igual período de 2014. “A Direcção Provincial da Saúde tem realizado actividades de triagem, sensibilização da população e campanhas de medição da pressão arterial  para inverter o quadro actual”. Adelino Kavanda disse que  a doença afecta sobretudo os adultos do sexo masculino com mais de 20 nos.  A hipertensão arterial, acrescentou o chefe de Secção dos Cuidados Primários de Saúde, não tem cura e os factores de risco podem ser acidentes cerebrais vasculares e insuficiências renais.

Tempo

Multimédia