Províncias

Erradicação da pobreza abordada em encontro

Elautério Silipuleni|Ondjiva

O governador do Cunene, António Didalelwa, reafirmou na segunda-feira em Ondjiva o interesse do governo da província, em reduzir a fome e a pobreza no seio da comunidade.

Governador provincial do Cunene
Fotografia: Kindala Manuel

O governador do Cunene, António Didalelwa, reafirmou na segunda-feira em Ondjiva o interesse do governo da província, em reduzir a fome e a pobreza no seio da comunidade.
O governador falava num encontro com as autoridades tradicionais da província do Cunene e disse que dentro de pouco tempo, com a ajuda das todas as autoridades tradicionais da região e de outros parceiros, o governo atinge os objectivos preconizados que é combater a fome e a pobreza.
Durante o encontro, o governador António Didalelwa afirmou que as autoridades tradicionais são os principais parceiros do Governo Provincial na solução dos problemas principalmente de combate à fome e à pobreza.
O governador revelou que a iniciativa visa reforçar o papel das autoridades tradicionais na mobilização da população no combate à fome e à pobreza para o bem-estar de todos.
Esclareceu que durante este ano, os sobas foram informados dos trabalhos que o Executivo está a desenvolver para a resolução dos problemas e do bem-estar dos cidadãos. Assegurou que há medidas concretas contra o roubo de gado, na educação, saúde, água e energia eléctrica e para a criação de cooperativas agrícolas nas comunidades rurais.
 “Sabemos que uma das maiores preocupações da população tem sido a fome, pelo que se realiza este encontro com os mais velhos no sentido de darem algumas ideias que contribuam para melhorar o programa agrícola”, explicou.
O governador realçou que as autoridades tradicionais devem propor ideias positivas e expor as dificuldades que vivem nas suas aldeias, para serem resolvidas na medida do possível.
A reunião abordou ainda situações ligadas aos subsídios às autoridades tradicionais, assim como os métodos de substituição dos sobas e seculos.
O encontro visou colher subsídios viáveis que possibilitem contribuir para o desenvolvimento socio-económico da província, e analisar as melhores formas para a
Execução do programa de combate à fome e à pobreza no seio das comunidades.
 A reunião, que decorreu sob o lema “combater a fome e a pobreza rumo ao desenvolvimento”, contou com a participação 200 autoridades tradicionais, entre sobas e seculos, dos seis municípios da província do Cunene, directores provinciais e administradores municipais.

Tempo

Multimédia