Províncias

Escola Superior Pedagógica de Ondjiva edita brochura sobre saúde comunitária

Dionísio David| Ondjiva

A Escola Superior Pedagógica de Ondjiva, da Universidade Mandume Ya Ndemufayo, editou uma brochura sobre a situação da saúde comunitária na província do Cunene, no quadro das IV Jornadas Científicas e Pedagógicas.

Universitários apresentam estudos para a redução dos índices de enfermidades na região
Fotografia: Jornal de Angola

A Escola Superior Pedagógica de Ondjiva, da Universidade Mandume Ya Ndemufayo, editou uma brochura sobre a situação da saúde comunitária na província do Cunene, no quadro das IV Jornadas Científicas e Pedagógicas.
O referido texto, elaborado por dois estudantes de enfermagem e apresentado pelo investigador Avelino José Neto, analisou especificamente a comunidade do bairro Pioneiro Zeca, em Ondjiva.
O apresentador sublinhou a questão da redução do índice de enfermidades a nível da comunidade, tendo em conta os factores de risco ambientais, sociais, laborais, genéticos, higiénicos, epidemiológicos e estilo de vida.
Avelino José Neto acrescentou que a comunidade estudada apresenta muitos problemas sócio-económicos, com maior destaque para as questões relacionadas com o baixo nível de escolaridade e de saúde da população da região.
O bairro Pioneiro Zeca, acrescentou,  foi escolhido para a referida investigação, pelo facto de estar situado no centro da cidade, possuindo 7.000 habitantes.
O investigador disse que quanto às actividades de prevenção e promoção da saúde, os dados obtidos no local mostram a existência de certos conhecimentos sobre os cuidados primários e a vontade na participação de campanhas a favor do meio ambiente.  A par da brochura, foram ainda expostos, na cidade de Ondjiva, 54 trabalhos científicos e entregues certificados de reconhecimento aos docentes mais destacados.
O director-geral da Escola Superior Pedagógica de Ondjiva, Nemésio Diel Serafim, referiu que as jornadas vão contribuir para o aperfeiçoamento contínuo dos planos curriculares, em conformidade com as necessidades prementes do país e da realidade da região, em particular. Nemésio Diel Serafim disse que a potencialização da investigação científica individual, o modelo profissional com que se pretende formar os quadros, bem como o aperfeiçoamento metodológico e sistemático dos profissionais constituem alguns dos principais desafios da instituição de ensino superior.
As IV Jornadas Científicas e Pedagógicas daquela instituição de ensino universitário contaram com a presença de mais de 300 estudantes e docentes.

Tempo

Multimédia