Províncias

Estrada para Santa Clara recebe asfalto

 A estrada que liga Ondjiva à fronteira de Santa Clara está a receber um novo tapete de asfalto e 19 dos 45 quilómetros da via estão concluídos. A via tem três metros e meio em cada faixa de rodagem, dois metros de berma de cada lado e 184 passagens hidráulicas.

 A estrada que liga Ondjiva à fronteira de Santa Clara está a receber um novo tapete de asfalto e 19 dos 45 quilómetros da via estão concluídos. A via tem três metros e meio em cada faixa de rodagem, dois metros de berma de cada lado e 184 passagens hidráulicas.
Automobilistas e peões estão ansiosos pelo fim das obras, porque a estrada é importante para o transporte de mercadorias importadas da Namíbia, a partir de Santa Clara para o resto do país.
O taxista Germano dos Santos, que faz a rota de Ondjiva até à fronteira, disse que com a reabilitação e ampliação da via o tempo de viagem é reduzido e há mais conforto e segurança.
“Além de reduzir o tempo de viagem, a reabilitação vai diminuir os danos nos automóveis, como molas quebradas e outras avarias”, salientou. E acrescentou que “é de louvar a iniciativa do governo em reabilitar e ampliar a via, porque estando em boas condições facilita a circulação de mercadoria e as trocas comerciais entre o Cunene e a Namíbia”.
O camionista Armando José  referiu que com a via concluída a circulação é mais rápida e segura, o que facilita as trocas comerciais e contribui para a estabilidade e o bem-estar dos cidadãos. Afirmou que agora ainda existem dificuldades na circulação, causadas pela existência de buracos ao longo da estrada, principalmente no tempo das chuvas, o que torna a condução muito difícil, lenta e desconfortável.
“Notamos um bom ritmo dos trabalhos, na renovação da estrada. Se continuar assim, dentro de poucos meses temos a via pronta”, afirmou. A estrada liga a fronteira de Santa Clara ao Lubango, capital da Huíla, numa extensão de 426 quilómetros, constituindo um importante corredor rodoviário de ligação entre Angola e os países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC).

Tempo

Multimédia