Províncias

Estudantes no Cunene têm agora mais opções

Domingos Calucipa | Ondjiva

Os candidatos ao ensino superior no Cunene, que por insuficiência de vagas não conseguirem ingressar na Escola Superior Politécnica de Ondjiva, o único estabelecimento escolar de nível superior na província, têm agora mais uma opção com a abertura, ontem, de uma instituição de ensino à distância que dispõe de uma gama de cursos nos graus de licenciatura, pós-graduação, mestrado e doutoramento.

Estudantes da província do Cunene já têm a possibilidade de recorrer ao ensino à distância
Fotografia: JAIMAGEM

Denominada Instituto Educacional Guarise, a instituição privada de ensino tem a sua sede do Brasil e em Angola está já implantada nas províncias de Luanda e Bié.
A directora administrativa da Guarise em Angola, Nerete Sebastião, disse que no país a instituição nasce da necessidade de encurtar a distância que muitos estudantes angolanos tinham de percorrer para aquele país em busca de formação nas mais variadas áreas do saber.
 “Por causa de muitos angolanos que anseiam obter formação superior ou um diploma, abraçamos a ideia de estabelecer a Guarise em Angola”, adiantou a responsável.
Referiu que os estudantes vão ter as suas aulas em salas equipadas com sistema de videoconferência, num período de três ou quatro anos, dependentemente do curso, sem necessidade de se deslocarem ao Brasil.Nerete Sebastião explicou que o estudante só se desloca para aquele país no fim da formação, para apresentar o seu trabalho de fim de curso.A instituição, acrescentou, dispõe de uma vasta gama de cursos nos ramos de educação, saúde, engenharia, comunicação e arte

Tempo

Multimédia