Províncias

Famílias com má formação congénita recebem apoio diverso da AJAPRZ

Elautério Silipuleni | Nehone

A Associação dos Jovens Angolanos Provenientes da República da Zâmbia (AJAPRZ) ofereceu, terça-feira, na localidade de Namayaka, comuna de Nehone, município do Cuanhama, diversos artigos de primeira necessidade a oito famílias com má formação congénita do Cunene.

A Associação dos Jovens Angolanos Provenientes da República da Zâmbia (AJAPRZ) ofereceu, terça-feira, na localidade de Namayaka, comuna de Nehone, município do Cuanhama, diversos artigos de primeira necessidade a oito famílias com má formação congénita do Cunene.
Entre os produtos oferecidos aos deficientes destacam-se cadeiras de rodas para a sua locomoção, arroz, fuba de milho, massa e óleo alimentar, bacias, sal de cozinha, açúcar, sabão, muletas canadianas, brinquedos para crianças, colchões e roupa usada, além de material escolar e instrumentos de trabalho.
O governador da província do Cunene, António Didalelwa, que testemunhou a entrega de bens a famílias com má formação congénita, elogiou o papel da AJAPRZ na solidariedade que tem prestado às populações e famílias carenciadas a nível de todo país.
António Didalelwa mostrou-se igualmente satisfeito com a iniciativa dos jovens, e disse que os bens recebidos vão minimizar as dificuldades que aquelas famílias deficientes vivem.
O governante encorajou os jovens da associação a estender a sua ajuda a outras pessoas que vivem em condições difíceis na província do Cunene e em diferentes pontos do país.
Bento Raimundo, presidente da Associação, disse que tomou conhecimento da existência destas famílias com má formação congénita através de uma reportagem da TPA, no programa de língua nacional kuanhama, na qual se referia às dificuldades que enfrentam, desde a falta de bens alimentares a meios de locomoção, até a assistência médica e medicamentosa.
“Nós constatamos de facto que estas famílias com má formação congénita necessitam de apoio e já estamos a pensar, com o governo da província do Cunene, na construção de algumas residências para que a mesma seja acomodada condignamente”, disse o presidente da AJAZRZ.
Acrescentou que a instituição que dirige vai continuar a apoiar os esforços do Governo de Angola em resolver os problemas das populações necessitadas.

Educação e saúde

Uma escola do ensino primário e um posto médico vão ser construídos nos próximos tempos na localidade de Namayaka, pela Associação dos Jovens Angolanos Provenientes da República da Zâmbia (AJAPRZ), em parceria com o governo da província, visando aproximar os serviços às famílias com má formação congénita.

Tempo

Multimédia