Províncias

Famílias encorajadas a moralizar os filhos

Elautério Silipuleni | Ondjiva

O vice-governador para o sector técnico e infra-estruturas disse terça-feira em Ondjiva que a família é o núcleo essencial da sociedade, pelo que deve evidenciar-se na moralização dos filhos e das comunidades, aplicando os valores cívicos.

O vice-governador para o sector técnico e infra-estruturas disse terça-feira em Ondjiva que a família é o núcleo essencial da sociedade, pelo que deve evidenciar-se na moralização dos filhos e das comunidades, aplicando os valores cívicos.
Cristino Mário Ndeitunga, que falava na abertura da 14ª sessão do Conselho Provincial da Família, apelou aos participantes a contribuírem para a construção de uma sociedade moderna.
A maior parte das famílias vivem no meio rural, disse, acrescentando que é ali onde se devem concentrar as atenções e recursos, criando condições necessárias ao desenvolvimento económico e social.
“Este conselho é chamado a reflectir sobre as responsabilidades das famílias e das comunidades no resgate dos valores morais, que concorram para incutir nos cidadãos o respeito ao próximo”, precisou.A directora provincial da Família e Promoção da Mulher, Rosa Gaudêncio, salientou que o conselho tem como objectivo procurar respostas para um conjunto de questões relevantes, capazes de contribuir no combate à violência doméstica, para promover o crescimento e o desenvolvimento sustentável do país e das famílias.
Sob o lema da “família, o lugar da manifestação do verdadeiro amor”, a 14ª sessão do Conselho Provincial da Família abordou outras questões como a moralização da família e da sociedade e a política nacional de género.
Foi igualmente debatido o tema “os valores da família face às exigências de uma sociedade eminentemente material, rede de pais pró-mudanças como parte de estratégia de moralização da família e da sociedade, e o impacto da lei contra a violência doméstica.

Tempo

Multimédia